Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

VERSÃO EM E-BOOK


Português

Capa

English

Capa

Ano 2017 - Volume 44 Número 2
Março / Abril

Indexada em:

Editorial

1 - Rastreamento do câncer de pâncreas

Pancreatic cancer screening

Mônica Soldan

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):109-111

PDF PT PDF EN


Artigo Original

2 - Inguinodinia em pacientes submetidos à hernioplastia inguinal convencional

Inguinodynia in patients submitted to conventional inguinal hernioplasty

Bruno Garcia Dias; Marcelo Protásio dos Santos; Ana Barbara de Jesus Chaves; Mariana Willis; Marcio Couto Gomes; Fernandes Tavares Andrade; Valdinaldo Aragão de Melo; Paulo Vicente dos Santos Filho

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):112-115

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a incidência de dor crônica e o seu impacto na qualidade de vida de pacientes submetidos à hernioplastia inguinal pela técnica de Lichtenstein.
MÉTODOS: trata-se de estudo transversal descritivo, de pacientes operados de hérnia inguinal pela técnica de Lichtenstein sob anestesia raquidiana, no período de fevereiro de 2013 a fevereiro de 2015, e que já haviam completado seis meses de pós-operatório. Os pacientes foram questionados sobre a presença de dor inguinal crônica e, caso confirmada, convidados a uma consulta na qual foi feita análise da qualidade da dor e seu impacto na qualidade de vida.
RESULTADOS: do total de 158 pacientes submetidos ao procedimento, 7,6% foram identificados como portadores de inguinodinia. Destes, houve impacto na qualidade de vida em 25%.
CONCLUSÃO: observou-se incidência de inguinodinia pós-hernioplastia com repercussão na qualidade de vida semelhante à literatura mundial.


Palavras-chave: Hérnia Inguinal. Dor Crônica. Herniorrafia. Cirurgia Geral.

3 - Impacto do curativo de espuma não aderente com Ibuprofeno na vida dos pacientes com úlcera venosa

Impact of non-adherent Ibuprofen foam dressing in the lives of patients with venous ulcers

Geraldo Magela Salomé; Lydia Masako Ferreira, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):116-124

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a dor em pacientes portadores de úlcera venosa de membros inferiores que utilizaram curativo de espuma não aderente com Ibuprofeno (CEI).
MÉTODOS: estudo prospectivo de pacientes portadores de úlceras venosas de membros inferiores tratados no período de abril de 2013 a agosto de 2014. Foram utilizados os questionários Escala Numérica e Questionário de Dor de McGille, as avaliações eram feitas no momento da inclusão do paciente no estudo e a cada oito dias, totalizando cinco consultas. Os pacientes foram divididos em dois grupos: 40 no Grupo Estudo (GE), que foram tratados com CEI, e 40 no Grupo Controle (GC), tratados com curativo primário, conforme o tipo de tecido e exsudato.
RESULTADOS: na primeira consulta os pacientes de ambos os grupos relataram dor intensa. No quinto dia os pacientes do GE relataram ausência de dor e a maioria do GC relatou dor moderada. Com relação ao Questionário de Dor de McGill, a maioria dos pacientes de ambos os grupos, no início da coleta de dados, relataram sensações relacionadas aos descritores sensorial, afetivo, avaliativo e miscelânea, sendo que entre os pacientes do GE houve discreta melhora após a segunda consulta. Após a terceira consulta já não referiram os descritores citados. Os pacientes do GC manifestaram todas as sensações desses descritores até quinta a consulta.
CONCLUSÃO: o curativo de espuma não aderente com Ibuprofeno é eficaz na redução da dor de pacientes portadores de úlceras venosas.


Palavras-chave: Úlcera Varicosa. Extremidade Inferior. Medição da Dor.Ibuprofeno. Qualidade de vida. Assistência Centrada no Paciente.

4 - Paratireoidectomia subtotal transaxilar single-port: estudo de viabilidade em cadáver

Transaxillary single-port subtotal parathyroidectomy: feasibility study in cadavers

Alexandre Elmães de Marsillac, TCBC-RJ; Rossano Kepler Alvim Fiorelli, TCBC-RJ; Henrique Neubarth Phillips, ACBC-RJ; Pietro Novellino, ECBC-RJ; André Lacerda Oliveira; Ricardo Paiva A. Scheiba Zorron, TCBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):125-130

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: testar a técnica minimamente invasiva de paratireoidectomia subtotal transaxilar single-port em cadáveres não formalizados para avaliar sua viabilidade e reprodução.
MÉTODO: foram realizadas dez paratireoidectomias subtotais por via transaxilar através de acesso por TriPort em cadáveres. A técnica realizada consistiu em acesso pela fossa axilar, criando-se um túnel subcutâneo até a região cervical anterior, para manuseio da glândula tireoide e dissecção e ressecção das paratireoides.
RESULTADOS: todas as cirurgias foram realizadas com sucesso. O tempo médio de cirurgia foi 65 minutos (57-79 min), com identificação, sem dificuldades, de todas as estruturas anatômicas. Não houve necessidade de incisões complementares na região cervical.
CONCLUSÃO: a técnica de paratireoidectomia subtotal transaxilar single-port foi viável e reprodutível, sugerindo uma alternativa para a cirurgia cervical minimamente invasiva.


Palavras-chave: Paratireoidectomia. Endoscopia.Cadáver. Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos.

5 - Avaliação da expressão de Telomerase (hTert), Ki67 e p16ink4a em lesões intraepiteliais cervicais de baixo e alto graus

Evaluation of Telomerase (hTert), Ki67 and p16ink4a expressions in low and high-grade cervical intraepithelial lesions

Ana Paula Szezepaniak Goulart; Manoel Afonso Guimarães Gonçalves; Vinicius Duval da-Silva

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):131-139

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: estudar a associação entre a graduação histológica das neoplasias intraepiteliais cervicais (NIC I, NIC II e NIC III) e a expressão imuno-histoquímica para p16ink4a, hTert e Ki67, assim como, avaliar a relação destes marcadores com o risco de recorrência após tratamento cirúrgico.
MÉTODOS: estudo de coorte histórica de 94 mulheres portadoras de lesões intraepiteliais NIC I (baixo grau), NIC II e NIC III (altos graus), submetidas à conização ou à excisão eletrocirúrgica da zona de transformação. Todas as peças cirúrgicas foram avaliadas quanto à expressão imuno-histoquímica para p16ink4a, hTert e Ki67.
RESULTADOS: a média de idade das pacientes foi 38,2 anos. Nas pacientes NIC I, a p16ink4a estava ausente na maioria dos casos; nas pacientes NIC II ou I/II (associação de lesões de baixo e alto graus), observou-se frequência de p16ink4a≤10%. Nas pacientes NIC III, observou-se maior frequência de expressão de p16ink4a>50%. Na categoria NIC I, a maioria apresentava Ki67≤10% e baixa frequência de Ki67>50%. Na categoria NIC III houve menor número de pacientes com Ki67≤10%, sendo que a maior parte das pacientes tinha Ki67 ausente nos grupos NIC II e III. Não houve associação entre a expressão do marcador imuno-histoquímico hTert e a graduação histológica. Não houve diferenças estatisticamente significativas entre as expressões dos marcadores em pacientes com e sem recorrência.
CONCLUSÃO: houve associação estatisticamente significativa apenas de p16ink4a e Ki67 com a graduação histológica. A expressão dos marcadores em relação à recorrência da doença não foi estatisticamente significativa no período avaliado.


Palavras-chave: Neoplasia Intraepitelial Cervical. Telomerase. Imuno-Histoquímica. Recidiva.

6 - O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade interfere nos resultados da cirurgia bariátrica?

Does the Attention Deficit Hyperactivity Disorder interfere with bariatric surgery results?

Doglas Gobbi Marchesi, TCBC-ES; Jovana Gobbi Marchesi Ciriaco; Gustavo Peixoto Soares Miguel, TCBC-ES; Gustavo Adolfo Pavan Batista, ACBC-ES; Camila Pereira Cabral, ACBC-ES; Larissa Carvalho Fraga

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):140-146

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVOS: analisar possíveis efeitos negativos do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) no sucesso da cirurgia bariátrica.
MÉTODOS: foram avaliados 40 pacientes submetidos à cirurgia bariátrica e com acompanhamento pós-operatório regular mínimo de um ano. Todos foram submetidos ao questionário preconizado na quarta edição do Diagnostic and Statistical Manual (DSM-IV) da Associação Americana de Psiquiatria para TDAH e analisados os dados pós operatórios.
RESULTADOS: quinze (38%) pacientes apresentaram questionário positivo para TDAH. Os pacientes com TDAH apresentaram IMC maior do que os pacientes sem o transtorno (45,8x40,9 Kg/m2; p=0,017), mantendo-se a diferença em todas as etapas do pós-operatório. Não foi encontrada diferença estatisticamente significativa no sucesso da cirurgia (33,3% x 66,7%; p=0,505), e na redução do IMC (30,71% x 31,88%; p=0,671) após um ano do procedimento.
CONCLUSÃO: pacientes com TDAH apresentam maior IMC, entretanto, a presença do TDAH não apresenta influência no sucesso da cirurgia bariátrica e na redução do IMC.


Palavras-chave: Cirurgia Bariátrica. Obesidade. Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade.

7 - Gênero bacteriano é fator de risco para amputação maior em pacientes com pé diabético

Bacterial genus is a risk factor for major amputation in patients with diabetic foot

Natália Anício Cardoso; Lígia de Loiola Cisneiros; Carla Jorge Machado; Juliana Merlin Cenedezi; Ricardo Jayme Procópio; Túlio Pinho Navarro

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):147-153

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar se gênero bacteriano é fator de risco para amputação maior em pacientes com pé diabético e úlcera infectada.
MÉTODO: estudo observacional do tipo caso-controle de 189 pacientes com úlcera infectada em pé diabético admitidos pelo Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Risoleta Tolentino Neves, no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2012. A avaliação bacteriológica foi realizada em cultura de tecido profundo das lesões e a amputação foi considerada como maior quando realizada acima do médio tarso do pé.
RESULTADOS: a média de idade dos pacientes foi 61,9±12,7 anos e 122 (64,6%) eram homens. As culturas foram positivas em 86,8%, sendo monomicrobianas em 72% dos casos. Nos pacientes com amputação maior, os gêneros de bactérias mais frequentes foram Acinetobacter spp. (24,4%), Morganella spp. (24,4%), Proteus spp. (23,1%) e Enterococcus spp. (19,2%) e as espécies mais isoladas foram Acinetobacter baumannii, Morganella morganii, Pseudomonas aeruginosa e Proteus mirabilis. Identificou-se como fatores preditivos para amputação maior o isolamento dos gêneros Acinetobacter spp. e Klebsiella spp.,e níveis séricos de creatinina ≥1,3mg/dl e de hemoglobina <11g/dl.
CONCLUSÃO: os gêneros bacterianos Acinetobacter spp. e Klebsiella spp. identificados nas úlceras infectadas dos pacientes com pé diabético associaram-se a maior incidência de amputação maior.


Palavras-chave: Pé Diabético. Úlcera do Pé. Infecção. Amputação.

8 - Implantes de acrílico customizados para a reconstrução de defeitos extensos da calota craniana: uma abordagem de exceção para pacientes selecionados

Customized acrylic implants for reconstruction of extensive skull defects: an exception approach for selected patients

Rafael Denadai Pigozzi da Silva, AsCBC-SP; Cesar Augusto Raposo-Amaral; Marcelo Campos Guidi; Cassio Eduardo Raposo-Amaral; Celso Luiz Buzzo

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):154-162

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: apresentar nossa experiência no tratamento cirúrgico dos defeitos extensos da calota craniana com implantes de acrílico customizados.
MÉTODOS: análise retrospectiva de pacientes com defeitos extensos da calota craniana submetidos à cranioplastias com acrílico entre 2004 e 2013. Todos os pacientes foram criteriosamente selecionados e os resultados cirúrgicos foram classificados com base em três escalas (estética craniofacial, melhora da simetria facial e necessidade de cirurgia adicional).
RESULTADOS: Quinze pacientes foram submetidos à cranioplastia com implantes de acrílico customizados manualmente no intraoperatório (46,67%) e confeccionados com base em biomodelos tridimensionais prototipados (53,33%). Mesmo respeitando critérios de seleção, houve duas (13,33%) complicações (infecção com retirada do implante e seroma). A estética craniofacial foi considerada excelente (50%), o grau de melhora da simetria craniofacial foi considerado satisfatório (57,14%) e a média global dos resultados cirúrgicos de acordo com a necessidade de novas cirurgias foi 1,5±0,52.
CONCLUSÃO: as cranioplastias dos pacientes com defeitos da calota craniana extensos devem ser criteriosamente indicadas, obedecendo a critérios pré-determinados de seleção dos pacientes, bem como, do método de customização do implante de acrílico.


Palavras-chave: Anormalidades Craniofaciais. Polimetil Metacrilato. Cirurgia Plástica

9 - Carcinoma ductal invasor: relação de características anatomopatológicas com a presença de metástases axilares em 220 casos

Invasive ductal carcinoma: relationship between pathological characteristics and the presence of axillary metastasis in 220 cases

Ranniere Gurgel Furtado de Aquino; Paulo Henrique Diógenes Vasques, TCBC-CE; Diane Isabelle Magno Cavalcante; Ayane Layne de Sousa Oliveira; Bruno Masato Kitagawa de Oliveira; Luiz Gonzaga Porto Pinheiro, ECBC-CE

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):163-170

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: analisar a relação das características anatomopatológicas com o comprometimento axilar em casos de carcinoma ductal invasor.
MÉTODOS: estudo transversal de 220 pacientes com câncer de mama, submetidas à mastectomia radical ou quadrantectomia com esvaziamento axilar, oriundos do Serviço de Mastologia da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, Ceará, Brasil. Os tumores foram submetidos a processamento histológico e, em seguida, foram determinados os graus histológico (GH), tubular (GT), nuclear (GN), índice mitótico (IM) pela classificação de Scarff-Bloom-Richadson, verificada a presença de invasão angiolinfática (IA) e mensurado o maior diâmetro do tumor (DT). Tais variáveis foram correlacionadas com a presença de metástases axilares.
RESULTADOS: a média de idade das pacientes foi 56,81 anos ± 13,28. O tamanho do tumor variou de 0,13 a 22 cm, com média de 2,23cm ± 2,79. Os GH3, GT3 e GN3 prevaleceram: n=107 (48,6%), n=160 (72,7%) e n=107 (48,6%), respectivamente. Os índices mitóticos 1, 2 e 3 apresentaram distribuição homogênea: n=82 (37,2%), n=68 (31%) e n=70 (31,8%), respectivamente. Não foi evidenciada relação do GH, GT e GN com a ocorrência de metástases axilares (p=0,07; p=0,22 e p=0,21). Índices mitóticos 2 e 3 apresentaram relação com a o ocorrência de metástases axilares (p=0,03). Tumores maiores do que 2cm e casos com invasão angiolinfática apresentaram maior índice de metástases axilares (p=0,0003 e p<0,0001).
CONCLUSÃO: índices mitóticos elevados, tumores com diâmetro maior do que 2cm e presença de invasão angiolinfática apresentaram isoladamente relação com a ocorrência de metástases axilares.


Palavras-chave: Neoplasias da Mama. Metástase Linfática. Patologia Cirúrgica. Gradação de Tumores.

10 - Análise das condições clínicas de pessoas obesas em período pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica

Analysis of obese patients' medical conditions in the pre and postoperative periods of bariatric surgery

Anderson da Silva Rêgo; Aline Zulin; Sandro Scolari; Sônia Silva Marcon; Cremilde Aparecida Trindade Radovanovic

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):171-178

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: comparar as condições clínicas de pacientes obesos em período pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica.
MÉTODO: estudo descritivo, retrospectivo, de abordagem quantitativa, por meio de consulta ao prontuário de 134 pacientes submetidos à cirurgia bariátrica no período de 2009 a 2014. Os dados foram coletados entre os meses de setembro e novembro de 2015. Foi realizada análise estatística descritiva e comparativa das variáveis antropométricas, metabólicas, bioquímicas e clínicas, considerando seis meses antes e após a cirurgia.
RESULTADOS: a maioria dos pacientes era do sexo feminino (91,8%), com maior prevalência (35%) na faixa etária de 18 aos 29 anos, com ensino médio completo (65,6%) e obesidade grau III (60,4%). Seis meses após a cirurgia, a redução do peso e o perfil lipídico foram significativos em ambos os sexos, mas o impacto nos parâmetros bioquímicos, antropométricos, metabólicos e clínicos foi significativo apenas nos indivíduos do sexo feminino, com redução das morbidades associadas à obesidade como hipertensão arterial, diabetes mellitus, dislipidemia e síndrome metabólica e na utilização de medicamentos.
CONCLUSÃO: a cirurgia bariátrica foi eficaz na perda ponderal de peso, com melhoras nos parâmetros antropométricos, metabólicos e bioquímicos e na redução de morbidades associadas à obesidade.


Palavras-chave: Obesidade. Cirurgia bariátrica. Avaliação Nutricional.

11 - Reconstrução imediata com enxerto autólogo de gordura: influência na recorrência local de câncer de mama

Immediate reconstruction with autologous fat grafting: influence in breast cancerregional recurrence

Camile Cesa Stumpf; Jorge Villanova Biazus; Fernando Schuh Ângela Erguy Zucatto; Rodrigo Cericatto; José Antônio Crespo Cavalheiro; Andrea Pires Souto Damin; Márcia Portela Melo

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):179-186

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar recorrência local e sistêmica do câncer de mama em pacientes submetidas ao enxerto autólogo de gordura na reconstrução imediata após cirurgia conservadora para o câncer de mama.
MÉTODOS: estudo de coorte histórica em que foram comparadas 167 pacientes submetidas à cirurgia conservadora sem reconstrução com 27 pacientes submetidas ao tratamento conservador com reconstrução imediata do enxerto, seguindo técnica de Coleman. Todas as pacientes eram portadoras de carcinoma invasor e foram operadas por um único cirurgião, no período de 2004 a 2011. O tempo de acompanhamento pós-operatório foi 36 meses.
RESULTADOS: a incidência global de recidiva local foi 2,4%. Nenhuma paciente do grupo de lipoenxertia apresentou recorrência local durante o período do estudo. Para recorrência sistêmica, as taxas obtidas foram de 3,7% (uma paciente) para o grupo lipoenxertia e 1,8% (três pacientes) para grupo da cirurgia conservadora sem reconstrução.
CONCLUSÃO: não houve diferença significativa para recorrência local ou sistêmica nos grupos estudados. O enxerto autólogo imediato de gordura parece ser um procedimento seguro.


Palavras-chave: Reconstrução. Mama. Neoplasias da Mama. Recidiva Local de Neoplasia. Transplante Autólogo.

12 - Panorama do câncer da pele em comunidades de imigrantes Pomeranos do Estado do Espírito Santo

Profile of skin cancer in Pomeranian communities of the State of Espírito Santo

Patrícia Henriques Lyra Frasson; Danilo Schwab Duque; Estanrley Barcelos Pinto; Giulia Cerutti Dalvi; Sammy Zogheib Madalon; Tarcizo Afonso Nunes; Paulo Roberto Merçon de-Vargas

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):187-193

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVOS: avaliar o panorama do câncer de pele em comunidades pomeranas do Estado do Espírito Santo, compostas por descendentes de imigrantes europeus, quanto ao sexo e idade ao diagnóstico, tamanho da lesão e tipo histológico.
MÉTODO: foram avaliados laudos histopatológicos de 3781 pacientes operados entre os anos de 2000 e 2010, com ressecção de 4881 lesões. Foram avaliados tipo histológico, tamanho das lesões, idade e sexo dos pacientes ao diagnóstico e suas correlações no período de 11 anos.
RESULTADOS: o exame histopatológico evidenciou carcinoma basocelular em 3159 pacientes (83,5%), carcinoma espinocelular em 415 (11%), melanoma em 64 (1,7%) e 143 pacientes (3,8%) apresentaram lesões combinadas de carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Quanto ao tamanho, 47,1% media entre 5,1 e 10 mm. O grupo etário de 61 aos 70 anos foi o que sofreu o maior número de intervenções cirúrgicas (24,3%). Houve predomínio do sexo feminino (53,6%, n=2027) em relação ao masculino (46,4%, n=1754).
CONCLUSÃO: o carcinoma basocelular foi o tipo histológico mais frequente. As prevalências do carcinoma espinocelular e do melanoma se situaram abaixo da estimativa nacional do Instituto Nacional de Câncer. O diagnóstico dos tumores ocorreu em idades mais avançadas (acima de 60 anos) e houve aumento da incidência e dimensões dos tumores de pele na população masculina.


Palavras-chave: Neoplasias Cutâneas. Carcinoma Basocelular. Carcinoma de Células Escamosas. Exposição Ocupacional. Emigrantes e Imigrantes.

13 - Lesões traqueobrônquicas no trauma torácico: experiência de 17 anos

Tracheobronchial injuries in chest trauma: a 17-year experience

Roberto Saad Jr, TCBC-SP; Roberto Gonçalves, TCBC-SP; Vicente Dorgan Neto, TCBC-SP; Jacqueline Arantes G. Perlingeiro, TCBC-SP; Jorge Henrique Rivaben, ACBC-SP; Márcio Botter, TCBC-SP; José César Assef, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):194-201

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: discutir os aspectos clínicos e terapêuticos de lesões traqueobrônquicas em vítimas de trauma torácico.
MÉTODOS: análise de dados dos prontuários de pacientes com lesões traqueobrônquicas atendidas na Santa Casa de São Paulo no período de abril de 1991 a junho de 2008. A caracterização da gravidade dos doentes foi feita por meio de índices de trauma fisiológico (RTS) e anatômicos (ISS, PTTI). O TRISS (Trauma Revised Injury Severity Score) foi utilizado para avaliar a probabilidade de sobrevida.
RESULTADOS: nove doentes tinham lesões traqueobrônquicas, todos do sexo masculino, com idades entre 17 e 38 anos. Os valores médios dos índices de trauma foram: RTS-6,8; ISS-38; PTTI-20,0; TRISS-0,78. Com relação ao quadro clínico, seis apresentaram apenas enfisema de parede torácica ou do mediastino e três doentes se apresentaram com instabilidade hemodinâmica ou respiratória. O intervalo de tempo necessário para se firmar o diagnóstico, desde a admissão do doente, variou de uma hora a três dias. Cervicotomia foi realizada em dois pacientes e toracotomia foi realizada em sete (77,7%), sendo bilateral em um caso. O tempo de internação variou de nove a 60 dias, média de 21 dias. Complicações apareceram em quatro pacientes (44%) e a mortalidade foi nula.
CONCLUSÃO: o trauma da árvore traqueobrônquica é raro, pode evoluir com poucos sintomas, o que dificulta o diagnóstico imediato, e apresenta alto índice de complicações embora com baixa mortalidade.


Palavras-chave: Brônquios. Traumatismos Torácicos. Cirurgia Torácica. Traqueia.

14 - Cirurgia no Sistema Brasileiro de Saúde: financiamento e distribuição de médicos

Surgery in Brazilian Health Care: funding and physician distribution

Nivaldo Alonso; Benjamin B. Massenburg; Rafael Galli; Lucas Sobrado; Dario Birolini, ECBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):202-207

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: analisar dados demográficos do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro, que promove cobertura de saúde universal a toda população, e discutir os problemas revelados, com particular ênfase nos cuidados cirúrgicos.
MÉTODOS: os dados foram obtidos a partir dos bancos de dados de saúde pública da Demografia Médica, do Conselho Federal de Medicina, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde. A densidade e a distribuição do trabalho médico e dos estabelecimentos de saúde foram avaliadas, e as regiões geográficas foram analisadas usando o índice de desigualdade público-privado (IDPP).
RESULTADOS: o Brasil tem, em média, dois médicos por 1000 habitantes, que são desigualmente distribuídos no país. Tem 22.276 cirurgiões gerais certificados (11,49 por 100.000 habitantes). Existem no país 257 escolas de medicina, com 25.159 vagas por ano, e apenas cerca de 13.500 vagas de residência médica. O índice de desigualdade público-privado é de 3,90 para o país e varia de 1,63 no Rio de Janeiro até 12,06 na Bahia.
CONCLUSÃO: uma parte significativa da população brasileira ainda encontra muitas dificuldades no acesso ao tratamento cirúrgico, particularmente na região norte e nordeste do país. Médicos e, particularmente, cirurgiões são escassos no sistema público de saúde e incentivos devem ser criados para assegurar uma força médica igual no setor público e no setor privado em todas as regiões do país.


Palavras-chave: Cirurgia Geral. Sistema Único de Saúde. Assistência à Saúde.

Artigo de Revisão

15 - Incidência de câncer colorretal em pacientes jovens

Incidence of colorectal cancer in young patients

Fábio Guilherme C. M. de Campos, TCBC-SP; Marleny Novaes Figueiredo; Mariane Monteiro; Sérgio Carlos Nahas, TCBC-SP; Ivan Cecconello, ECBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):208-215

Resumo PDF PT PDF EN

O câncer colorretal (CCR) esporádico é tradicionalmente diagnosticado após a sexta década de vida, embora uma pequena porcentagem de casos seja diagnosticada em doentes abaixo dos 40 anos de idade, e a incidência está aumentando. Existe uma grande controvérsia a respeito da evolução clínica de doentes jovens portadores de CCR em comparação aos mais idosos. Os objetivos deste estudo foram avaliar a prevalência de CCR em doentes jovens, rever a literatura pertinente e discutir suas características mais importantes nesta faixa etária. Para tanto realizou-se revisão da literatura envolvendo doentes com CCR com foco na idade ao diagnóstico. A informação extraída da revisão de literatura demonstrou uma tendência de redução da incidência em pessoas mais idosas com efeito oposto em adolescentes e adultos jovens. Sua agressividade biológica ainda não foi claramente reconhecida, embora seja usualmente diagnosticado mais tardiamente e em associação com características histológicas adversas. Apesar disso, estas características não afetam a evolução. Este aparente aumento na incidência de CCR entre pacientes jovens durante as últimas décadas levanta a necessidade de uma maior suspeita diagnóstica na avaliação de sintomas comuns neste grupo. Assim, programas educacionais devem disseminar informação tanto para população como para médicos a fim de melhorar a prevenção e o diagnóstico precoce.


Palavras-chave: Neoplasias Colorretais. Idade. Incidência. Adulto Jovem. Prognóstico.

Nota Técnica

16 - Transversus Abdominis Release (TAR) Robótico: é possível oferecer cirurgia minimamente invasiva para os defeitos complexos da parede abdominal?

Robotic Transversus Abdominis Release (TAR): is it possible to offer minimally invasive surgery for abdominal wall complex defects?

Maria Vitória França do Amaral; José Ricardo Guimarães; Paula Volpe, TCBC-SP; Flávio Malcher Martins de Oliveira, TCBC-RJ; Carlos Eduardo Domene, TCBC-SP; Sérgio Roll, TCBC-SP; Leandro Totti Cavazzola, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):216-219

Resumo PDF PT PDF EN

Descrevemos a experiência preliminar nacional na utilização da cirurgia robótica para realizar a separação posterior de componentes da parede abdominal pela técnica transversus abdominis release (TAR) na correção de defeitos complexos da parede abdominal e seus resultados precoces. As cirurgias foram realizadas entre 02/04/2015 e 15/06/2015 e o tempo de acompanhamento dos resultados foi de até seis meses, com tempo mínimo de dois meses. O tempo cirúrgico médio foi de cinco horas e 40 minutos. Dois pacientes necessitaram reintervenção por laparoscopia, pois um desenvolveu hérnia por migração peritoneal da tela e um teve escape da tela. A cirurgia provou ser factível do ponto de vista técnico, com um tempo cirúrgico ainda elevado. Tendo em vista as vantagens potenciais da cirurgia robótica e aquelas relacionadas ao TAR e os resultados obtidos ao se associar essas duas técnicas, conclui-se que elas parecem ser uma boa opção para a correção de defeitos complexos da parede abdominal.


Palavras-chave: Robótica. Hérnia Abdominal. Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos.

Copyright 2017 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões