Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Artigos do Autor

2 resultado(s) para: Pedro Eder Portari Filho

Estudo comparativo dos diferentes graus de risco no tumor estromal gastrointestinal

Comparative study of the different degrees of risk of gastrointestinal stromal tumor

Rodrigo Panno Basilio de Oliveira; Pedro Eder Portari Filho, TCBC-RJ; Antonio Carlos Iglesias, TCBC-RJ; Carlos Alberto Basilio de Oliveira, TCCBC-RJ; Vera Lucia Nunes Pannain

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(1):32-36 : Artigo Original

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: avaliar a aplicabilidade das principais categorias de risco e de fatores morfológicos no prognóstico tumor estromal gastrointestinal.
MÉTODOS: cinquenta e quatro casos de GIST foram estudados retrospectivamente considerando-se os principais fatores prognósticos da neoplasia: graus de risco, topografia, tamanho, índice mitótico, necrose, subtipo histológico e imunofenótipo. Foi também verificada a sua associação e a redução da sobrevida global dos pacientes.
RESULTADOS: a análise univariada mostrou que os tumores com número de mitoses maior que 5/50CGA (campos de grande aumento), a presença de necrose, de alto risco tanto para os sistemas propostos por Fletcher, quanto para Miettinen tiveram associação significativa com redução da sobrevida (p=0,00001, 0,0056, 0,03 e 0,009, respectivamente). Enquanto que os demais fatores analisados (tamanho, subtipo histológico, topografia e imunofenótipo) não tiveram tal associação. A análise multivariada (índice de Jacard) demonstrou que o grau de risco de Miettinen foi aquele que melhor se relacionou com o prognóstico.
CONCLUSÃO: os critérios de risco de Fletcher e de Miettinen são importantes na avaliação do prognóstico de pacientes com tumor estromal gastrointestinal, principalmente este último, que se soma ao índice mitótico e a necrose tumoral.


Palavras-chave: Tumores do Estroma Gastrointestinal; Fatores de Risco; Neoplasias do Sistema Digestório. Prognóstico. Índice Mitótico.

Diretriz ACERTO de intervenções nutricionais no perioperatório em cirurgia geral eletiva

ACERTO guidelines of perioperative nutritional interventions in elective general surgery

José Eduardo de-Aguilar-Nascimento; Alberto Bicudo Salomão; Dan Linetzky Waitzberg; Diana Borges Dock-Nascimento; Maria Isabel T. D. Correa; Antonio Carlos L. Campos; Paulo Roberto Corsi; Pedro Eder Portari Filho; Cervantes Caporossi; Comissão de Cuidados Perioperatórios do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral (SBNPE)

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(6):633-648 : Artigo de Revisão

Resumo PDF PT PDF EN

OBJETIVO: apresentar recomendações, baseadas no Projeto ACERTO (Aceleração da Recuperação Total Pós-Operatória) e sustentada por evidências, relativas aos cuidados nutricionais perioperatórios em procedimentos eletivos em Cirurgia Geral.
MÉTODOS: revisão da literatura pertinente entre 2006 e 2016, com base em busca realizada nas principais bases de dados, com o intuito de responder a perguntas norteadoras previamente formuladas por especialistas, dentro de cada temática desta diretriz. Foram selecionados alguns estudos de coorte, mas, preferencialmente, foram utilizados estudos aleatórios controlados, revisões sistemáticas e meta-análises. Cada pergunta norteadora de recomendação foi contextualizada de modo a determinar a qualidade da evidência e a força desta recomendação (GRADE). Este material foi enviado aos autores utilizando um questionário aberto on-line. Após o recebimento das respostas, formalizou-se o consenso para cada recomendação desta diretriz.
RESULTADOS: o nível de evidência e o grau de recomendação para cada item é apresentado em forma de texto, seguido de resumo da evidência encontrada.
CONCLUSÃO: esta diretriz traduz as recomendações do grupo de especialistas do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral e do Projeto ACERTO para intervenções nutricionais no período perioperatório em Cirurgia Geral eletiva. A prescrição dessas recomendações pode acelerar a recuperação pós-operatória de pacientes submetidos a operações eletivas em cirurgia geral, com diminuição de morbidade, do tempo de internação e de reinternações e, consequentemente, dos custos.


Palavras-chave: Assistência Perioperatória. Terapia Nutricional. Protocolos. Guia de Prática Clínica.

Copyright 2018 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões