Orgão Oficial

CBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Artigos do Autor

13 resultado(s) para: TCBC-RS

Herniorrafia inguinal: pode-se identificar os três principais nervos da região?

Inguinal hernia repair: can one identify the three main nerves of the region?

João Vicente Machado Grossi, ASCBC-RS; Leandro Totti Cavazzola, TCBC-RS; Ricardo Breigeiron TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(3):149-153 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVO: identificar os nervos da região inguinal durante hernioplastia inguinal por inguinotomia.
MÉTODOS: estudo prospectivo, sequenciado, não randomizado, composto por 38 pacientes submetidos à herniorrafia inguinal com colocação de tela de polipropileno.
RESULTADOS: Os pacientes masculinos eram 36 (94,7%), com média de idade e desvio-padrão de 43,1 ± 14,5, índice de massa corporal de 24,4 ± 2,8. As comorbidades eram HAS em dois (5,2%), tabagismo em 12 (31,5%) e obesidade em dois (5,2%). A hérnia localizava-se somente à direita em 21 (55,2%) pacientes, somente à esquerda em 11 (28,9%), e era bilateral em seis (15,7%) pacientes. O reparo prévio da hérnia foi feito em sete (18,4%) pacientes. A identificação dos três nervos durante a operação fez-se em 20 (52,6%) pacientes, o nervo ílio-inguinal e o nervo ílio-hipogástrico foram identificados em 33 (86,8%), e o ramo genital do nervo gênito-femoral em 20 (52,6%). A ressecção de ao menos um dos nervos foi realizada em sete (18,4%), sendo dois nervos íliohipogástricos e cinco nervos ílio-inguinais. O tempo médio de operação foi 70,8 ± 18,2 minutos. O tempo de internação hospitalar foi 1,42 ± 1,18 dias. Retornaram à atividade física no primeiro atendimento dez (26,3%) pacientes e, no último, 37 (97,3%). O tempo de acompanhamento foi 95,6 ± 23,5 dias. A impossibilidade de identificação do nervo ílio-inguinal associou-se ao reparo prévio (p=0,035).
CONCLUSÃO: a identificação dos três nervos durante a hernioplastia inguinal foi descrito em mais da metade dos casos e o reparo prévio interferiu na identificação do nervo ílio inguinal.


Palavras-chave: Hérnia Inguinal. Herniorrafia. Nervos Periféricos. Dor Crônica/cirurgia. Neuralgia/cirurgia.

Maio amarelo: um movimento ativo para prevenir lesões no trânsito

Yellow may: an active campaign to prevent road traffic injury

Gustavo Pereira Fraga, TCBC-SP; Paulo Roberto Carreiro, TCBC-MG; Hamilton Petry de Souza, TCBC-RS; Sandro Scarpelini, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2015;42(4):200-201 : Editorial


Hiperplasia miointimal na artéria ilíaca em coelhos submetidos à angioplastia e tratados com Moringa oleifera

Iliac artery myointimal hyperplasia in rabbits submitted to angioplasty and treated with Moringa oleifera

Jânio Cipriano Rolim; Manoel Ricardo Sena Nogueira; Paulo Roberto da Silva Lima; Francisco Chavier Vieira Bandeira; Mizael Armando Abrantes Pordeus; Aldemar Araújo Castro; Guilherme Benjamin Pitta; Margareth de Fátima Formiga Melo Diniz; Adamastor Humberto Pereira, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(1):28-34 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVO: determinar a diferença da média de hiperplasia miointimal pós-angioplastia na artéria ilíaca de coelhos tratados e não tratados com extrato das folhas de Moringa oleifera.
MÉTODOS: ensaio aleatório em animais de laboratório por cinco semanas de seguimento, desenvolvido no Biotério do Laboratório de Tecnologia Farmacêutica da Universidade Federal da Paraíba. Foram utilizadas coelhas da raça Nova Zelândia, submetidas à dieta hipercolesterolêmica e angioplastia da artéria ilíaca externa, randomizadas em dois grupos: Grupo M200 (n=10), coelhas tratadas com 200mg/kg/dia de extrato de folhas de Moringa oleifera, por via oral; Grupo SF (n=10), coelhas tratadas com soro fisiológico 0,9%, por via oral. Após cinco semanas, os animais foram eutanaziados e as artérias ilíacas preparadas para histologia. Os cortes histológicos foram analisados por morfometria digital. A análise estatística foi realizada com o teste t de Student. O nível de significância foi 0,05.
RESULTADOS: comparando as artérias ilíacas submetidas à angioplastia do grupo M200 com as do grupo SF, não houve diferença significativa da hiperplasia miointimal
CONCLUSÃO: não houve diferença da hiperplasia miointimal nos grupos tratados com soro fisiológico e Moringa oleifera após angioplastia.


Palavras-chave: Hiperplasia. Artéria Ilíaca. Moringa oleifera. Angioplastia. Coelhos.

Confiabilidade da avaliação nutricional em pacientes com tumores gastrointestinais

Reliability of nutritional assessment in patients with gastrointestinal tumors

Aline Kirjner Poziomyck; Ana Valeria Gonçalves Fruchtenicht; Georgia Brum Kabke; Bernardo Silveira Volkweis, ACBC-RS; Jorge Luiz Antoniazzi; Luis Fernando Moreira, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):189-197 : Artigo de Revisão

Resumo

Pacientes com neoplasia gastrointestinal e desnutridos são menos propensos a tolerar procedimentos cirúrgicos de grande porte, radioterapia ou quimioterapia. Em geral, apresentam maior incidência de complicações, como infecção, deiscência e sepse, o que aumenta o tempo de internação e o risco de morte, e reduz a qualidade de vida. O objetivo desta revisão é abordar os prós e contras de diferentes pontos de vista que avaliam risco nutricional em pacientes com tumores do Trato Gastrointestinal (TGI) e sua viabilidade, considerando o atual entendimento e abordagens de triagem neste campo. Melhor combinação de avaliações antropométricas, laboratoriais e subjetivas se faz necessária em pacientes com câncer do TGI, uma vez que a desnutrição nestes pacientes costuma ser muito mais grave do que naqueles indivíduos com tumores em outros sítios que não o TGI.


Palavras-chave: Avaliação Nutricional. Trato Gastrointestinal. Desnutrição. Prognóstico. Morbidade.

Adaptação cultural e teste da escala de complicações cirúrgicas de Clavien-Dindo traduzida para o Português do Brasil

Cultural adaptation and the Clavien-Dindo surgical complications classification translated to Brazilian Portuguese

Luis Fernando Moreira, TCBC-RS; Marcelo Castro Marçal Pessôa, TCBC-RJ; Diego Sachet Mattana; Fernando Fernandes Schmitz; Bernardo Silveira Volkweis, ACBC-RS; Jorge Luiz Antoniazzi, ACBC-RS; Liacyr Ribeiro, ECBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;43(3):141-148 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVO: gerar uma versão traduzida e validada da Classificação de Complicações Cirúrgicas de Clavien-Dindo (CCD) para o Português-Brasileiro (CCD-BR).
MÉTODOS: o processo de tradução e adaptação seguiu a diretriz de Beaton et al., de 2000. Formaram-se dois grupos, Grupo I, que utilizou a versão original (CCD, n=36) testado em relação ao Grupo II, com a versão modificada (CCD-BR, n=40), com um total de 76 cirurgiões participantes em níveis de experiência distintos do Departamento de Cirurgia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Quinze casos clínicos de complicações cirúrgicas foram classificados em cada grupo. Comparou-se o desempenho entre grupos (teste de Mann-Whitney) relacionando ao nível de experiência dos cirurgiões (teste de Kruskal-Wallis). Valor de p<0,05 como significativo.
RESULTADOS: o desempenho do Grupo II (CCD-BR) foi superior, com 85% de acertos, contra 79% do Grupo I (CCD), p-valor=0,012 do teste de Mann-Whitney. O desempenho dos grupos em relação à experiência dos cirurgiões foi p-valor=0,171 para o Grupo I, p-valor=0,528 para o Grupo II, e p-valor=0,135 para o desempenho geral, teste de Kruskal-Wallis.
CONCLUSÃO: foi produzida uma versão traduzida e validada da CCD para o Português-Brasileiro. O instrumento produzido será ferramenta útil na produção de evidências sobre os resultados cirúrgicos.


Palavras-chave: Cirurgia/Complicações. Melhoria de Qualidade. Validação de Dados. Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde). Morbidade.

Transversus Abdominis Release (TAR) Robótico: é possível oferecer cirurgia minimamente invasiva para os defeitos complexos da parede abdominal?

Robotic Transversus Abdominis Release (TAR): is it possible to offer minimally invasive surgery for abdominal wall complex defects?

Maria Vitória França do Amaral; José Ricardo Guimarães; Paula Volpe, TCBC-SP; Flávio Malcher Martins de Oliveira, TCBC-RJ; Carlos Eduardo Domene, TCBC-SP; Sérgio Roll, TCBC-SP; Leandro Totti Cavazzola, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(2):216-219 : Nota Técnica

Resumo

Descrevemos a experiência preliminar nacional na utilização da cirurgia robótica para realizar a separação posterior de componentes da parede abdominal pela técnica transversus abdominis release (TAR) na correção de defeitos complexos da parede abdominal e seus resultados precoces. As cirurgias foram realizadas entre 02/04/2015 e 15/06/2015 e o tempo de acompanhamento dos resultados foi de até seis meses, com tempo mínimo de dois meses. O tempo cirúrgico médio foi de cinco horas e 40 minutos. Dois pacientes necessitaram reintervenção por laparoscopia, pois um desenvolveu hérnia por migração peritoneal da tela e um teve escape da tela. A cirurgia provou ser factível do ponto de vista técnico, com um tempo cirúrgico ainda elevado. Tendo em vista as vantagens potenciais da cirurgia robótica e aquelas relacionadas ao TAR e os resultados obtidos ao se associar essas duas técnicas, conclui-se que elas parecem ser uma boa opção para a correção de defeitos complexos da parede abdominal.


Palavras-chave: Robótica. Hérnia Abdominal. Procedimentos Cirúrgicos Minimamente Invasivos.

Métodos de avaliação nutricional preditores de mortalidade pós-operatória em pacientes submetidos à gastrectomia por câncer gástrico

Nutritional assessment methods as predictors of postoperative mortality in gastric cancer patients submitted to gastrectomy

Aline Kirjner Poziomyck; Leandro Totti Cavazzola, TCBC-RS; Luisa Jussara Coelho; Edson Braga Lameu; Antonio Carlos Weston, TCBC-RS; Luis Fernando Moreira, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(5):482-490 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVOS: determinar o método de avaliação nutricional que melhor prediz a mortalidade em 90 dias de pacientes submetidos à gastrectomia por câncer gástrico.
MÉTODOS: estudo prospectivo de 44 pacientes portadores de câncer gástrico, estágios II a IIIa, dos quais nove foram submetidos à gastrectomia parcial, 34 à gastrectomia total e um à esôfago-gastrectomia. Todos os pacientes foram avaliados nutricionalmente através do mesmo protocolo, até 72h da admissão hospitalar. Os parâmetros utilizados foram a Avaliação Subjetiva Global Produzida Pelo Paciente (ASG-PPP), antropometria clássica, incluindo peso e altura atuais, porcentagem de perda ponderal (%PP) e índice de massa corporal (IMC). A espessura do músculo adutor do polegar (MAP) em ambas mãos, mão dominante (MAPD) e mão não-dominante (MAPND) também foram realizadas, assim como o cálculo do índice nutricional prognóstico (IPN). O perfil laboratorial incluiu níveis séricos de albumina, eritrócitos, hemoglobina, hematócrito, leucócitos e contagem total de linfócitos (CTL).
RESULTADOS: dos 44 pacientes estudados, 29 (66%) eram desnutridos pelo método subjetivo, sendo 15 grau A, 18 grau B e 11 grau C. Os casos com ASG-PPP grau B e com MAPD 10,2±2,9 mm foram significativamente associados à maior mortalidade. As curvas ROC (intervalo de confiança de 95%) de ambas ASG-PPP e espessura da MAPD fidedignamente predisseram mortalidade em 30 e 90 dias. Nenhum método laboratorial permitiu prever a mortalidade em 90 dias.
CONCLUSÃO: a ASG-PPP e a espessura da MAPD podem ser utilizados como parâmetros pré-operatórios para risco de morte em pacientes submetidos à gastrectomia por câncer gástrico.


Palavras-chave: Avaliação Nutricional. Neoplasias Gástricas. Mortalidade. Prognóstico.

Comparação entre exame clínico seriado isolado e tomografia computadorizada nos ferimentos por arma branca na parede anterior do abdome

Comparison between isolated serial clinical examination and computed tomography for stab wounds in the anterior abdominal wall

Ricardo Breigeiron, TCBC-RS; Tiago Cataldo Breitenbach; Lucas Adalberto Geraldi Zanini; Carlos Otavio Corso, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2017;44(6):596-602 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVO: comparar tomografia computadorizada de abdome (TC) com exame clínico seriado (ECS) isolado na condução de ferimentos por arma branca na região anterior do abdome.
MÉTODOS: estudo prospectivo, randomizado, realizado no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre em que pacientes com ferimentos por arma branca na parede anterior do abdome, sem indicação de laparotomia imediata, foram divididos em dois grupos: grupo TC e grupo ECS, No grupo ECS, os pacientes eram observados com exame clínico seriado de 6/6h, No grupo TC, eram submetidos à tomografia computadorizada de abdome após a avaliação inicial.
RESULTADOS: dos 66 pacientes estudados, 33 foram selecionados para cada grupo, Do total, seis foram submetidos à cirurgia, três de cada grupo, No grupo ECS, pacientes submetidos à cirurgia tiveram média de 12h entre a chegada e o diagnóstico, sem laparotomias não terapêuticas, Os 30 pacientes restantes deste grupo receberam alta após 24h de observação, No grupo TC, três pacientes apresentaram alterações na TC e foram submetidos à laparotomia, uma não terapêutica, Os demais receberam alta após observação de 24h, A tomografia computadorizada de abdome apresentou valor preditivo positivo (VPP) de 67% e valor preditivo negativo (VPN) de 100%, com acurácia de 96%, O exame clínico seriado isolado, teve VPP e VPN de 100%, com acurácia de 100%.
CONCLUSÃO: o manejo seletivo para ferimentos por arma branca na parede abdominal anterior é seguro, caso obedeça a uma seleção rigorosa dos pacientes, O exame clínico seriado isolado pode ser realizado sem a necessidade de tomografia, sem aumento do tempo de internação ou da morbidade, o que reduz custos, exposição à radiação, morbimortalidade e laparotomias não terapêuticas.


Palavras-chave: Tomografia Computadorizada de Emissão. Ferimentos Perfurantes. Abdome. Exame Físico.

Estado inflamatório e nutricional em pacientes submetidos à ressecção cirúrgica de tumores do trato gastrointestinal

Inflammatory and nutritional statuses of patients submitted to resection of gastrointestinal tumors

Ana Valéria Gonçalves Fruchtenicht; Aline Kirjner Poziomyck; Audrey Machado dos Reis; Carlos Roberto Galia; Georgia Brum Kabke; Luis Fernando Moreira, TCBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2018;45(2):1-11 : Artigo Original

Resumo

OBJETIVO: avaliar a associação entre o estado nutricional e inflamatório em pacientes com câncer do trato gastrointestinal submetidos à ressecção cirúrgica e identificar variáveis preditoras de mortalidade nestes pacientes.
MÉTODOS: estudo prospectivo de 41 pacientes com câncer do trato gastrointestinal submetidos à cirurgia entre outubro de 2012 e dezembro de 2014. O estado nutricional foi avaliado por métodos subjetivos e objetivos. A resposta inflamatória e o prognóstico foram avaliados através do Escore Prognóstico de Glasgow modificado (mGPS), razão Neutrófilo/Linfócito (NLR), Índice Nutricional Prognóstico de Onodera (mPNI), Índice Inflamatório Nutricional (INI) e razão Proteína C-reativa/Albumina (mPINI).
RESULTADOS: metade dos pacientes estava desnutrida e 27% apresentavam-se em risco nutricional. Associação positiva foi encontrada entre percentual de perda de peso (%PP) e os marcadores NLR (p=0,047), mPINI (p=0,014) e INI (p=0,015) e os níveis séricos de albumina (p=0,015), INI (p=0,026) e mPINI (p=0,026) se associaram significativamente às categorias da ASG-PPP. Na análise multivariada, a albumina foi o único marcador inflamatório independentemente relacionado ao óbito (p=0,004).
CONCLUSÃO: marcadores inflamatórios foram significativamente associados com a desnutrição, demonstrando que quanto maior a resposta inflamatória, piores foram os escores da ASG-PPP (B e C) e maior o %PP nesses pacientes. No entanto, mais estudos, com o objetivo de melhorar resultados cirúrgicos e determinar o papel desses marcadores como preditores de mortalidade são necessários.


Palavras-chave: Neoplasias Gastrointestinais. Estado Nutricional. Inflamação. Mortalidade.

Quimioterapia Aerossolizada e Pressurizada Intraperitoneal (PIPAC) por monoportal: aplicação alternativa no controle das metástases peritoneais

Pressurized Intraperitoneal Aerosol Chemotherapy (PIPAC) through a single port: alternative delivery for the control of peritoneal metastases

Rafael Seitenfus; Antonio Nocchi Kalil, TCBC-RS; Eduardo Dipp de-Barros; Guilherme Fedrizzi

Rev. Col. Bras. Cir. 2018;45(4):1-8 : Nota Técnica

Resumo

A carcinomatose peritoneal é a evolução natural das neoplasias gastrointestinais, ginecológicas e primárias do peritônio. Nos últimos anos, a carcinomatose passou a ser considerada uma doença confinada ao peritônio, e não mais uma doença disseminada. Desta forma, a associação de citorredução cirúrgica associada à quimioterapia intraperitoneal se tornou o ponto chave no controle das metástases peritoneais. Tradicionalmente, a quimioterapia intraperitoneal é aplicada utilizando soluções líquidas. Uma nova modalidade de infusão da quimioterapia na cavidade abdominal surge como uma alternativa ao método tradicional. A chamada PIPAC (Pressurized Intraperitoneal Aerosol Chemotherapy) transforma a solução terapêutica líquida em um spray aerossolizado, potencializando a distribuição e penetração da quimioterapia intraperitoneal. Este relato tem por objetivo descrever essa nova técnica cirúrgica inovadora, realizada pela primeira vez por um monoportal no Brasil, alterando a forma descrita originalmente para a aplicação da PIPAC.


Palavras-chave: Neoplasias Peritoneais. Procedimentos Cirúrgicos de Citorredução. Antineoplásicos. Metástase Neoplásica/ prevenção & controle. Peritônio.

Fatores preditores de complicações pós-operatórias em apendicectomias

Predicting factors of postoperative complications in appendectomies

Luis Fernando Moreira, TCBC-RS; Henrique Iahnke Garbin; Gabriella Richter Da- Natividade; Bernardo Volkweis Silveira, ACBC-RS; Thais Vicentine Xavier

Rev. Col. Bras. Cir. 2018;45(5):1-11 : Artigo Original


Comparação clínica, laboratorial e densitométrica de pacientes com coxartrose e com fraturas do colo femoral

Clinical, laboratory and densitometric comparison of patients with coxarthrosis and femoral neck fractures

Leandro de Freitas Spinelli; Fernando Pagnussato; Tiango Aguiar Ribeiro; Felipe Silva Guareze; Marta Goldman Feder; Carlos Alberto de Souza Macedo; Luis Fernando Moreira, TCBC-RS; Carlos Roberto Galia

Rev. Col. Bras. Cir. 2018;45(5):1-12 : Artigo Original


Análise da expressão imuno-histoquímica do fator tecidual no carcinoma gástrico: correlações com prognóstico e sobrevida

Immunohistochemical analysis of tissue factor expression in gastric carcinoma: correlations with prognosis and survival

Marcelo Garcia Toneto, TCBC-RS; Pedro Lucas Depaula; Letícia Debon; Bruna Tertuliano; Vinícius Duval Silva; Matteo Baldisseroto; André Poisl Fay; Gustavo Franco Carvalhal

Rev. Col. Bras. Cir. 2018;45(5):1-13 : Artigo Original


Copyright 2018 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões